Sobre nós


A nossa história e a nossa missão

A Escola Regional foi fundada pelo Dr. Alberto Dinis da Fonseca, respondendo ao apelo de D. João de Oliveira Matos, bispo auxiliar da Guarda, que pretendia proporcionar às classes mais desfavorecidas uma educação integral, quer na formação moral quer na instrução escolar.

Na casa que o desembargador Dr. José Dinis da Fonseca pôs à disposição de D. João, foi aberto pelo Dr. Alberto, na Cerdeira do Côa, um Colégio masculino, ao qual deu o nome do desembargador. Assim nasceu a Escola Regional Dr. José Dinis da Fonseca, em Outubro de 1931 e confirmada pelo Ministério da Educação, com o alvará nº 116, em 10 de Novembro de 1933, tornando-se uma das escolas com maior influência na formação e educação escolar de jovens da Beira Interior.

Tendo sido comprada a Quinta da Pombeira pela Sociedade de Produção e Educação Social (SPES), foi ali construído um pavilhão para salas de aula e outras instalações afins e, batizado o lugar de Outeiro de S. Miguel. Para aqui, foi transferida a Escola Regional, em 24 de Maio de 1938, com Ensinos Primário e Liceal (Curso Geral e Complementar), como então se dizia, tendo sido confirmada por Despacho Ministerial de 21 de Agosto de 1940. Dada a confiança que as famílias tinham nos Professores e Educadores desta Escola, muitos alunos vinham matricular-se, até de longe, de Lisboa, do Porto, de Coimbra, do Alentejo, do Minho e do Algarve pois a Escola tinha, então, o regime de internato. Assim, além dos alunos vindos das classes desfavorecidas, muitos alunos filhos das mais conhecidas famílias do País frequentavam esta Escola, com notável sucesso, granjeando-lhe uma aura de modelar estabelecimento de ensino, com notável aproveitamento escolar e cuidada formação religiosa e cívica.

Quando a sangria da emigração quase despovoou as Beiras Interior e Litoral, foi a Escola solicitada para resolver muitos problemas provocados pela dispersão de agregados familiares. Centenas e centenas de pais de família, emigrados em vários países da Europa e da América procuraram na Escola Regional a solução para a educação dos filhos, que não queriam deixar ao abandono. Confiavam essa missão a esta Escola que, em regime de internato, dava a esses alunos um autêntico ambiente familiar.

O Outeiro de S. Miguel, outrora um lugar quase solitário nos subúrbios da Guarda, começava, entretanto, a ver-se rodeado de um importante núcleo habitacional que punha à Direção da Escola problemas de solidariedade para com as famílias vizinhas, com filhos em idade escolar. Seria desumano não lhes abrir a Escola e obrigá-los a procurar longe o que tinham perto. Com o decorrer dos anos, começou a Escola a ser também solicitada para se abrir a outros alunos da cidade e arredores, em regime de externato, sobretudo para aquelas famílias em que pai e mãe, trabalhando ambos, não podiam acompanhar os filhos nos estudos, nem vigiar a sua assiduidade às aulas. A Escola Regional, sem deixar de garantir o regime de internato, adotou assim os regimes de semi-internato e externato.

O aumento da frequência implicou a remodelação e a ampliação das instalações e o que era, ao longo de muitos anos, uma Escola quase familiar, tomou novo dinamismo e obrigou a uma gestão mais cuidada de recursos humanos e materiais.

A vertente de formação profissional, com a criação de cursos de artes gráficas, designer e impressão digital está também no projeto dos responsáveis da Escola.

A Escola Regional Dr. José Dinis da Fonseca realizou e quer continuar a realizar, a missão de cooperar com as famílias na educação física, intelectual e moral dos seus alunos.

O desenvolvimento físico é favorecido pela situação da Escola, em pleno campo, a 900 metros de altitude, com as vantagens dum clima forte e seco e, ainda, pela alimentação sadia e abundante.

A educação moral, essencial à inteireza do caráter e ao aperfeiçoamento do sentido social e da formação cívica, tem sempre por base o conhecimento e a prática da Religião Católica. A Escola Regional, no seu Estatuto de Escola Católica, assume os critérios evangélicos e as orientações da Igreja na formação dos seus alunos.

A educação inteletual é ministrada harmoniosamente com os programas oficiais, integrando no seu Projeto Educativo os objetivos do sistema educativo definidos pelo Ministério da Educação.

Hoje, o complexo escolar e oficinal do Outeiro de S. Miguel brilha confiadamente ao sol do futuro.

 

Equipa

Direção

Representante da Entidade Proprietária

Comissão Diretiva da Escola Regional

Diretor Pedagógico

António Farinha Alves

 
 

Pessoal Docente

Pré e Primeiro Ciclo

Anabela Nunes

Elisabete Marques

Hélder Santos

Isilda Madeira

Maria Augusta Galante

Mónica Amarelo

Rute Santos

Sónia Marques

Vera Afonso

 
 
 

Área de Línguas e Área de Ciências Humanas e Sociais

Maria Goreti

Ascenção Santos

Georgete Pereira

Gracinda Leão

Maria Paula Ramos

 

Marta Afonso

Susana Helena

Susana Seixas

Tânia Costa

 
 
 
 
 

Área de Matemática, Informática e Ciências

Ana Castro

António Costa

Cláudia Costa

Sandra Costa

Sónia Ferreira

Sónia Teixeira

 
 

Área de Artes e E. Física

Ana Bela Silva

João Andrade

Rogério Quelhas

 

Rui Dias

 
 

Pessoal Não Docente

Psicóloga

Sílvia Pereira

 

 

Próximos eventos

 

Estamos a participar nos desafios SeguraNet